Paraíso do Tuiuti: a verdade por trás do enredo

Nos últimos dias, ocorreu a tradicional festa de carnaval em todo país. Enquanto algumas cidades promoviam festas de rua, outros desfilavam suas alegorias em sambódromos. Um fato que chamou atenção neste carnaval, foi o desfile da escola “Paraíso do Tuiuti” no Rio de Janeiro.

A Escola de samba utilizou o tema político para o seu desfile e falou de reformas tais como a trabalhista e a da previdência.  Num desfile despreparado, a escola mostrou que estudou pouco para conotar alguns assuntos, virou febre na internet com o público lulo-esquerdista, para eles o desfile “superou”.

Vamos elencar alguns termos que fizeram parte do desfile da Tuiuti:

VAMPIRO NEOLIBERALISTA

Numa clara referência ao presidente Michel Temer, a Tuiuti mostra desconhecimento ao tratar de liberalismo. Antecipamos que o termo “neoliberal” não existe, foi apenas designado como um “espantalho” criado pela esquerda, a fim de manchar a palavra original. O que se tem é o liberalismo, este possui uma carga acadêmica importantíssima, graças aos liberais, que hoje têm-se países livres e um sistema ao qual os cidadãos possam escolher o que fazer com as suas próprias vidas. Destacam-se no liberalismo, John Locke, Adam Smith e Ludwig von Mises.

Outro fato importante é que o Michel Temer nem de longe é um presidente liberal. Para os liberais, o Estado deve intervir menos na vida da população, e promover sérias reformas como: privatizações, trabalhistas e na previdência. O que vem sendo feito de forma fria pelo presidente.

REFORMA TRABALHISTA

Os países mais desenvolvidos do mundo, possuem uma carga de horário complacente com as necessidades entre patrão e empregador, além de ajudarem muito mais aos próprios trabalhadores. A CLT foi baseada na Carta Del Lavoro, vigente na Itália enquanto Mussolini governou o país. Ela influenciou não somente as regras trabalhistas brasileiras, mas também em todo o mundo.

Um dos grandes problemas da reforma trabalhista, dar-se-á exclusivamente pelo seu alto custo perante empregado e empregador, onde os dois saem perdendo. Trabalhando na hipótese que o empregado receba um salário de 1.000 reais mês, o empregador está desembolsando 2.830 reais para manter o funcionário. Ou seja, mais da metade de tudo o que se produz é descontado pelo Estado, e isso é vantagem para quem?!

Para ficar mais fácil, mostraremos a vocês o primeiro grupo de países:

  1. Estados Unidos, Canadá, Austrália, Cingapura, Hong Kong (China), Maldivas, Ilhas Marshall.
  2. Bolívia, Venezuela, Guiné Equatorial, São Tomé e Príncipe, Tanzânia, Congo e República Centro Africana

Os entusiastas das leis com absoluta certeza afirmarão que o primeiro grupo tem as piores condições de trabalho, mas é pura balela. Segundo o Banco Mundial, os países que são mais livres quanto as regras trabalhistas, são os que melhor pagam aos seus empregados e, por conseguinte, “azucrinam” menos a vida dos empreendedores. Enquanto que no segundo grupo, as regras por si só são mais rígidas, porém o efeito é catastrófico, na Venezuela por exemplo, famílias inteiras morrem de fome e há uma plena imigração rumo ao Brasil, venezuelanos procurando postos de trabalho em nosso país.

Faltou então honestidade, mais uma falácia, por parte da escola de samba Tuiuti em não pesquisar sobre a reforma trabalhista. Quando se vai realizar eventos de grandes proporções, um mínimo de informação é aceitável, principalmente quando o teor é de cunho político.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Outro tema aborado foi então a reforma da previdência. O ensino público brasileiro é bem deteriorado, alunos passam de determinadas séries sem apenas aprenderem o básico de matérias como Matemática. Chegam em Universidades e passam fazer “análises” subjetivas de assuntos que não lhes competem, finanças por exemplo. O mínimo conhecedor de finanças, entenderá que o problema da previdência é um caso sério, e vamos explicar o porquê:

Ao contrário que muitos pensam, o dinheiro investido no INSS não é repassado para um fundo totalmente do indivíduo que o paga, com pela correção de juros. Não acontece isso, este dinheiro é repassado aos atuais aposentados, ou seja, você deposita 28% do seu salário numa pirâmide.

Sim, um esquema piramidal, pois tudo o que produzistes hoje vai para outra pessoa que no passado também deve ter feito alguma contribuição, mas sabe qual é o problema maior disso? A população está envelhecendo, ou seja, haverá uma hora que não haverá como o INSS liquidar suas aposentadorias, então, anos e anos de contribuição caem por terra e alguém ficará com o prejuízo.

Gráfico (População)

No Brasil o índice de filhos por casal vem caindo muito nas últimas décadas, é notório que em alguns anos este atual modelo da previdência seja saudável.

 

MANIPULAÇÃO

Houve uma ala do desfile que intitulou as manifestações de 2016 como força de manobra. Como assim? O brasileiro estava cansado das investidas mentirosas da ex-presidente da república Dilma Rousseff. O Brasil é um país que paga uma alta taxa de impostos, obviamente que a população não concordaria com tal escabroso.

Ao contrário, a escola mostra total desconhecimento, e ela sim, é bastante “manipulada” como “massa”. Não vimos em nenhum momento qualquer ofensiva ao Sérgio Cabral, preso, ou ao ex-presidente Lula, já condenado em segunda instância. Esquecem-se também, que seus atuais apoiados políticos, apoiam o famigerado Maduro, responsável por o principal genocídio na América Latina com o seu escabroso “socialismo bolivariano”.

Liberdade Econômica

O gráfico acima é sobre o Índice de Liberdade Econômica, um excelente gráfico ao qual mostra o quanto à liberdade é imprescindível para cada país, nele percebemos o quanto países como Venezuela, Brasil, diferem da Austrália, por exemplo.

A pontuação de liberdade econômica do Brasil é 51.4, o que torna sua economia a 153ª mais livre do mundo no Índice de 2018. A pontuação geral do país caiu 1.5 ponto, causada por uma queda acentuada na saúde fiscal e reduções em liberdade trabalhista, liberdade de negócios, gasto público e integridade do governo, que superaram as melhorias em efetividade judicial e direitos de propriedade. O Brasil está na 27ª colocação entre 32 países na região das Américas, e o sua pontuação geral fica abaixo das médias regional e mundial.

Com absoluta certeza, os postuladores da Tuiuti desconhecem este gráfico.

VERBAS PÚBLICAS

Outro grande problema: a questão das verbas públicas. O dinheiro investido no carnaval, é drenado através de impostos, prefeituras e até o governo federal destinam verbas para o evento, é justo? Por quê devemos pagar por um produto na qual não frequentamos, ou até, não gostamos?

Umas das principais prerrogativas dos liberais é: seu dinheiro, seus gastos, seus investimentos. Não temos nada a ver com o dinheiro alheio, logo, não tire de mim para o que você não faria com o seu dinheiro.

 

 

FINALIZANDO

Portanto, é notório o quanto falta de conhecimento aos que fizeram, ou aplaudem este desfile. Não houve pluralidade, apenas um jogo de dados entre apenas de um lado.

Não devemos esperar honestidade por parte da esquerda, mas ao menos, devem pesquisar o mínimo sobre determinado tema, conhecer do que falam, mas isso seria muito pra quem relativiza tanto a verdade, no mais, que as massas de manobra da esquerda, diminuam cada dia mais.

Graduando em Administração pela Universidade Estadual da Paraíba e Presidente Fundador do Instituto Tropeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.